Pular para o conteúdo

Rubens Uchôa Enfrenta Críticas à Decisão de Cinthia Ribeiro sobre o COMADEC ‘Nada Pode Parar a Obra de Deus’

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 2 de junho, na Câmara Municipal de Palmas, manifestei minha profunda insatisfação com a decisão da prefeita Cinthia Ribeiro de impedir o uso do Ginásio Ayrton Senna para a 29ª edição do COMADEC, o Congresso de Missões das Assembleias de Deus.

Para mim, essa decisão é uma clara perseguição ao evento, que, além de ser um marco espiritual, tem um impacto significativo na economia local. Várias caravanas de diferentes regiões vêm a Palmas, contribuindo para o crescimento econômico da nossa cidade.

”Não vai conseguir parar a obra de Deus”

Desde 1993, o congresso sempre foi realizado no Ginásio Ayrton Senna, e agora, a prefeita, que também é evangélica, recusa-se a permitir o uso do espaço. Vejo essa atitude como uma tentativa de interromper a obra de Deus. No entanto, mesmo diante dessa adversidade, o congresso acontecerá. “Pode levantar até satanás para querer parar, mas não vai conseguir parar a obra de Deus”, declarei com firmeza.

Divergências políticas

Lamento que essa decisão possa ser resultado de divergências políticas, já que o líder do evento não faz mais parte do grupo político da prefeita. Finalizei meu discurso pedindo sabedoria e compreensão por parte da prefeita e ressaltei que “quem perde é a própria prefeita, que não abraça essa causa.”

Apoio e continuidade

Reafirmo meu compromisso com o COMADEC e com a obra de Deus. Continuaremos a lutar para que eventos como esse possam ocorrer e trazer benefícios espirituais e econômicos para nossa cidade. A comunidade de Palmas merece ver esse trabalho continuar, independentemente dos obstáculos políticos que possam surgir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *